fbpx

Tecnologia Antiviral em Tecidos

Tecnologia Antiviral em Tecidos

Empresas e instituições brasileiras, expositoras da Febratex, são destaques no desenvolvimento de tecnologia antiviral em tecidos

Em meio à pandemia de covid-19, que já atinge todos os estados do Brasil, o Centro de Tecnologia da Indústria Química e Têxtil – SENAI CETIQT – vem reunindo parceiros no combate à disseminação do vírus com o projeto Tecnologia Antiviral em Tecido .

O projeto Tecnologia Antiviral em Tecidos

O projeto consiste no desenvolvimento de têxteis funcionais com propriedades antivirais e já conta com pesquisas e testes de eficácia realizados pela Bio-Manguinhos/Fiocruz, organização das mais gabaritadas no país, para este fim. A expectativa é que sejam produzidas 600 mil peças por mês, entre máscaras, aventais e scrubs, que contarão com compostos químicos que já conseguiram inativar os vírus do sarampo e da caxumba em testes.

A observação da eficácia em relação ao novo coronavírus (SARS-CoV-2) está em execução e terá seus resultados divulgados até o final de junho deste ano. Desde março, equipes com médicos, microbiologistas, engenheiros têxteis, de materiais e químicos, trabalham no desenvolvimento da solução.

Plataforma de inovação

“A plataforma de inovação em fibras trabalha em soluções inovadoras que envolvem o mapeando de matérias-primas alternativas, o desenvolvimento de novas formulações para funcionalização de antivirais em substratos têxteis e ajustes de processo aplicação.

Temos o apoio do Instituto SENAI de Tecnologia Têxtil e de Confecção na produção de protótipos de itens hospitalares. A Bio-Manguinhos/FIOCRUZ é um parceiro importante em nosso desenvolvimento para determinação antiviral no artigo têxtil”, afirma Adriano Passos coordenador da plataforma de Fibras do Instituto SENAI de Inovação em Biossintéticos e Fibras, organização integrante do SENAI CETIQT.

Ação antiviral do tecido

A Bio-Manguinhos está testando, experimentalmente, a ação de Tecnologia Antiviral em Tecidos em seu Laboratório de Tecnologia Virológica (LATEV). Segundo a chefe do laboratório, Sheila Maria Barbosa de Lima, os estudos foram iniciados usando como modelo outros vírus de transmissão respiratória, como os de sarampo e caxumba, agentes biológicos que podem ser manipulados em laboratório com Nível de Biossegurança 2 (NB-2) e que possuem modo de transmissão semelhantes ao Sars-CoV-2.

Equipe das pesquisadoras em Tecnologia Antiviral em Tecidos

A equipe das pesquisadoras em Tecnologia Antiviral em Tecidos Adriana Azevedo e Waleska Schwarcz está conduzindo os ensaios e declaram que: “Até o momento, os resultados alcançados são promissores e a expectativa é que em curto prazo seja comprovada a ação antiviral também contra o novo coronavírus”, conclui a chefe do Laboratório.

O projeto de Tecnologia Antiviral em Tecidos é financiado com recursos do Edital de Inovação para a Indústria (SENAI) e pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

FONTE: O Fluminense

Gostou das nossas Dicas sobre Roupas com Proteção Solar UV?

Acima de tudo, esperamos de verdade que você tenha gostado das nossas Dicas sobre Roupas com Proteção Solar UV e que possa ser útil no seu dia a dia, e dos seu pequenos afinal não tem segredo nenhum fazer um Look de Roupas com Proteção Solar UV e deixar os pequenos com estilo na praia ou na piscina.

Você pode garantir um bom Look de Moda Praia Infantil no nosso site Conceito Prisma ou então entrar em contato com o nosso time de vendas pelo seu WhatsApp!

Em conclusão, corre, e não fica de fora desta tendência para garantir um bom Look com Roupas com Proteção Solar UV!

Imagino que você também pode gostar de ler:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//
Nossa equipe está aqui para tirar suas dúvidas. Pergunte-nos qualquer coisa!
👋 Digite a Sua Dúvida!
Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência.
Fale Conosco, me chama no ZAP